MOSTRAR BARRA LATERAL
Amara Xpress: Tipos de cristais de relógio

Quando falamos em relógios, acho que todos concordamos que o movimento do relógio é a parte mais importante. Mas o que vem depois? Para mim, seria a caixa e o vidro do relógio, uma vez que protege o mostrador e o movimento, ao mesmo tempo que acrescenta uma beleza sutil ao design.

É por isso que gostaria de dar umas dicas rápidas sobre vidros de relógio aqui no Amarablog!

DIFERENTES TIPOS DE CRISTAIS DE RELÓGIOS

Existem 3 tipos de vidros de relógios: acrílico, mineral e cristal de safira e todos eles têm os seus prós e contras.

O vidro acrílico, o mais barato entre os três tipos, foi amplamente utilizado até os anos 80. Este tipo de vidro é na verdade plástico, por isso é flexível, transparente e muito leve. É difícil de se quebrar, porém é facilmente riscado.

Felizmente, os arranhões podem ser polidos sem muita dificuldade. Os relojoeiros normalmente usam vidro acrílico para fazer relógios baratos, especialmente os relógios para crianças.

As desvantagens do vidro acrílico levaram muitos fabricantes a optar pela produção com vidro mineral.

O vidro mineral é o tipo mais comum de vidro de relógio que pode ser encontrado no mercado atualmente. Está classificado em 5 de 10 na escala de dureza Mohs e é conhecido por ser usado em janelas de vidro. É endurecido pelo calor e revestido com um material que aumenta ainda mais sua dureza.

Este processo de produção torna o vidro mineral mais resistente a riscos e impactos do que o vidro acrílico. No entanto, sob condições extremas de calor e frio, o vidro mineral pode rachar ou estilhaçar.

O terceiro e também o mais desejável tipo de vidro é o cristal de safira. A sua excelente resistência e clareza torna-o uma escolha perfeita para relógios com apelo mais premium. A safira, classificada com 9 em 10 na escala de dureza Mohs, é a segunda substância mais dura da Terra.

Acredita-se que apenas diamantes e outras safiras podem arranhar safiras. Na indústria relojoeira, é comum usar safira sintética, que é construída de óxido de alumínio cristalizado.

A safira sintética não tem cor, mas tem os mesmos atributos físicos que a safira natural. Por muito resistente que seja, o cristal de safira requer um trabalho delicado durante a moagem e o corte, para possibilitar um acabamento ideal para a produção dos relógios.

Por isso, se você quer o melhor material para o mostrador do seu relógio, sendo à prova de arranhões e impactos, sem dúvida, você deve optar pelo cristal de safira. Ah, é importante ter em mente seu custo mais elevado dentre as opções que comentamos aqui, Bella, mas é um investimento que vale muito a pena!

Beijo!

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados